Gordura Saudável X Gordura Ruim

Ouve-se hoje em dia muitas discussões sobre as gorduras saudáveis versus gordura ruins! Uma coisa é certa: “Tudo vira GORDURA se entrar em EXCESSO no organismo…

Tudo, excluindo vitaminas, minerais e água que NUNCA são transformados em gordura pelo nosso organismo; o máximo que pode acontecer é alterações nas suas quantidades alteração no apetite, metabolismo, biotransformações (proteínas em glicose, glicose, em gordura, …), etc.

Importante: A gordura NUNCA pode ser transformada em proteínas ou carboidratos, como alguns erradamente pensam, mas carboidratos em excesso SÃO transformados em gordura! Diz o Dr. Ícaro Alves Alcântara, Ortomolecular-  site Dr. Bayma gordura

Gorduras Ruins

Desconfie dos alimentos sequinhos. Aqueles que são fritos, mas não ficam oleosos. A receita desse “milagre” chama-se gordura hidrogenada ou também chamadas trans e, ao contrário do que pensa a maioria, faz muito mal à saúde.

A gordura hidrogenada é uma gordura vegetal que foi criada pela indústria para ser uma alternativa à gordura saturada, a do bacon, da linguiça, da picanha, etc. Mas como não existe gordura no mundo vegetal, somente óleos, foi criado, então, um processo de transformação desses óleos vegetais em gordura sólida. Aí começa o problema. Os óleos são colocados em uma câmara com gás hidrogênio – daí o nome hidrogenada -, com alta pressão e alta temperatura e o resultado não seria bem visto – e muito menos comido – por ninguém.

Por causa das gorduras ruins está se tornando comum esportistas jovens sofrerem parada cardíaca durante a prática de qualquer esporte. “Durante a atividade física, o fluxo sanguíneo aumenta, mas o vaso não dilata para a passagem do sangue. É quando ocorre o infarto”. Os alimentos hidrogenados não se resumem a frituras. Biscoitos, sorvetes, chocolate, macarrão de preparo rápido, chips e temperos prontos, só para citar alguns exemplos, fazem parte da grande lista. E o preocupante, de acordo com muitos endocrinologistas e nutricionistas, é justamente a variedade de alimentos que levam esse tipo de gordura, porque eles acabam sendo ingeridos por crianças, jovens, adultos e idosos.

“Ledo engano. As pessoas ficam acreditando que estão comendo algo que faz bem, ou que não faz tão mal. E, na verdade, é justamente o oposto, fazem é um grande mal à saúde” dizem os especialistas.

Gorduras Saudáveis

Melhor dizendo, gorduras insaturadas (gorduras monoinsaturadas e gorduras poli-insaturadas), são as que mais contribuem para uma vida saudável, além de proporcionarem resultados positivos aos que praticam exercícios físicos. Mas com moderação pois contém imensas calorias. O importante é aproveitarmos os benefícios das gorduras saudáveis e não deixar que elas nos façam engordar.

Exemplos de algumas gorduras boas que podemos encontrar:

Chocolate Amargo (70% cacau)

Contém muitos elementos saudáveis, incluindo flavonoides e gorduras monoinsaturadas saudáveis ​​de grãos de cacau torrados sem adição de leite. Os cientistas não têm certeza de como ou por que, mas eles sabem que quando as pessoas comem chocolate amargo, como parte de sua dieta diária, eles têm uma saudável carga de bactérias no seu intestino.

gorduraAbacate

Rica em gordura, os abacates são uma excelente fonte de gorduras saudáveis, potássio, vitamina A, niacina e vitamina, um laboratório americano de dados de nutrientes relata que um abacate contém cerca de 29 gramas de gordura na dieta, a maioria dos quais é monoinsaturada.

Adicione abacates para saladas e sanduíches, ou biscoitos integrais e abacates cortados. No entanto, comer abacate com moderação para manter um peso corporal saudável, já que um abacate contém 322 calorias.

Soja

Conhecida como uma rica fonte de alta qualidade, proteína completa, a soja também é rica em gorduras saudáveis. Tanto que 1 xícara de matérias de soja verde fornece cerca de 33 gramas de proteína e 17 gramas de gordura na dieta.

A maioria das gorduras em soja gorduras é poli-insaturada, incluindo os ómega-3, um ácido alfa-linolênico, ou ALA. Tente a soja em vagens, durante, ou antes, de suas refeições para aumentar o teor de ômega-3 de sua dieta.

Oleaginosas

Uma rica fonte de fibra alimentar e proteína, as oleaginosas também são carregadas com gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas. Ver Frutas Oleaginosas

Grupo das Oleaginosas: Amêndoas, castanha-do-pará, castanha- de- caju, pistache, avelã, macadâmia, noz e castanha. Já o amendoim e a amêndoa do baru são considerados sementes comestíveis segundo a classificação botânica.

Temos também a azeitona que se classifica como uma gordura monoinsaturada que consegue baixar os níveis de colesterol no sangue, que a partir de processamentos, temos o saudável azeite.

Estes alimentos possuem grande quantidade de lipídeos (cerca de 40 a 60%), destacando o ômega-3 e ômega -6. Desta forma, contribui para melhora do perfil lipídico, o que reduz o risco de doenças cardiovasculares.  Além disso, encontramos cerca de 8 a 20% de proteínas, com exceção do amendoim que possui baixa quantidade de ambos. Por exemplo, uma porção de amendoins lhe fornecer cerca de 14 gramas de gordura da dieta.

As proteínas satisfazem a maior parte das necessidades diárias de adultos e jovens, excetuando os aminoácidos lisina, metionina e cisteína; uma vez que são constituídos de aminoácidos essenciais o que confere qualidade proteica.

Além disso, são fontes de vitaminas e minerais destacando o de ferro, cálcio, zinco, selênio e Vitamina E, que atua como antioxidante.

A presença de oleaginosas está cada vez mais presente na mesa da população mundial, sendo um dos fatores os benefícios que proporcionam ao organismo.

Um assunto bastante extenso sobre Gordura Boa X Gordura Ruim. Poderemos estar encontrando bons sites na internet sobre o assunto mas, tenha em mente que o ideal ainda é que um bom Nutricionista calcule a dieta mais adequada possível para a suas necessidades específicas.

Recomendamos também:

Recomendações de dietas com porcentagem diária de calorias

Gordura Boa X Gordura Má

Uma Responsta para Gordura Saudável X Gordura Ruim

Deixe seu comentário