Marmitas – Aprenda a preparar, resfriar e armazenar sua comida

Preparando marmitas simples e saudáveis, você pode comer bem sem fugir da dieta

As marmitas podem ser uma boa opção para quem quer fugir do fast food e economizar com alimentação fora de casa. As quentinhas como também são chamadas podem ser consideradas um caminho para quem busca manter uma alimentação equilibrada e gosta de planejar as refeições com calma.

Mas para chegar nesse estágio, é necessário ter organização e as marmitas ajudam muito nesse sentido. Você pode escolher os métodos de preparo que podem ser diariamente ou semanalmente. Sendo que neste último caso é preciso congelar os tapewares e pegar um para cada dia/refeição. Alguns minutos esquentando no micro-ondas ou em banho maria e pronto. Se interessou pela ideia? Veja abaixo alternativas bem simples para fazer e você se manter focado na dieta:

Mas preste atenção, pois não basta apenas cozinhar e armazenar as porções sem planejamento.

Preparar, organizar e armazenar (congelar) as marmitas corretamente são processos fundamentais para evitar desperdícios, aumentar a conservação e durabilidade dos alimentos. Isso tudo além de prevenir doenças, como intoxicações alimentares e salmonelose.

Vejam quais devem ser os passos a seguir. Reserve um dia da semana para preparar e guardar a comida que será consumida ao longo dos demais dias.marmitas

Pense bem, antes de escolher.

Escolha ingredientes frescos, de preferência orgânicos e da estação, que são mais saborosos, saudáveis para o corpo e meio ambiente, duram mais tempo e costumam estar com preços mais baixos.

Se for congelar a carne pronta com o resto da marmita, dê preferência para o preparo com molho, assadas, grelhadas ou cozidas. Sempre que puder fuja do congelamento de vegetais crus, ovos cozidos, batatas, macarrão sem molho, maionese, preparações com creme de leite e queijos cremosos.

Dê um Choque Térmico nos Alimentos

Uma dica importante é, cozinhar os alimentos por menos tempo do que o habitual, pois eles costumam amaciar durante o processo de congelamento. Use também um pouco menos sal e temperos, já que estes também costumam ser realçados após o congelamento.

Depois de prontos, os alimentos devem ser resfriados rapidamente. Mergulhe a panela sem tampa em uma bacia, ou na própria pia com água com gelo para interromper o cozimento e iniciar o processo de conservação dos alimentos.

Armazenamento

A comida deve ser posta em um recipiente lavável, rígido, transparente e com tampa que feche hermeticamente.  Dê preferências aos potes de vidro. Quando houver líquidos, que se expandem durante o congelamento, deixe em torno de dois centímetros de sobra até a borda para que haja vazamentos.

Tenha etiquetas para registrar a data de preparação e de validade –até cinco dias na geladeira (temperatura inferior a 5ºC) e um mês no freezer (não acima de -18ºC).marmitas

Na hora de Congelar

Uma dica é sempre colocar os alimentos com validade menor na frente do freezer. Embalagens pequenas permitem retirar a quantidade certa de cada refeição, o que diminui o desperdício.

Não deixe o congelador superlotado: já que o ar frio precisa circular entre os alimentos. As portas devem estar bem vedadas para manter a temperatura correta. Uma sugestão é fechá-las com um pedaço de papel, se conseguir puxá-lo, é importante trocar a vedação.

Informação: Este artigo sobre como preparar e armazenar suas marmitas é um guest post escrito pelo blog parceiro Dicas Perder Peso, ótimo site cheio de dicas para quem quer emagrecer. Com conteúdo muito interessante sobre dicas de alimentação, dietas, remédios e assuntos relacionados a perda de peso, redução de medidas e saúde em geral, assine o feed e fique por dentro de todas as novidades deste blog.

Deixe seu comentário