Micro-ondas do bem

Há tantas lendas que o Micro-ondas foi tido como um vilão da cozinha, que deixou muita gente desconfiada. A mais estranha é que poderia desmagnetizar os tecidos cerebrais a ponto de reduzir a inteligência, fora outras lendas estranhas!

Mas não é nada disso pois houve muitas pesquisas que indicam que o micro-ondas, quando usado corretamente pode potencializar as propriedades nutritivas dos alimentos.

Vamos entender melhor?

Apesar das duvidas e boatos sobre a ideia de que a textura dos alimentos pode ser comprometida pelas ondas eletromagnéticas e que também são apontadas como prejudicial a saúde, isso foi mudado com pesquisas que muitos cientistas e nutricionistas já fizeram, mostrando que vários alimentos podem ser ainda mais nutritivos.
Como algumas verduras e legumes ao ser cozidas no micro-ondas teve a maior retenção de nutrientes benéficos a saúde. “Foi observado que as vitaminas C e B6, o magnésio e o cálcio eram mais presentes quando feitos no micro-ondas” destaca a nutricionista Erin Palinski (Univ.Nova Jersey-USA), fazendo um comparativo de perdas nutricionais ocasionadas a partir do cozimento dos mesmos alimentos no fogão. Outros cientistas descobriram que a carne retem mais nutrientes e que a vitamina A, por exemplo, foi detectada em maior proporção, feitas no micro-ondas.

As vitaminas são solúveis na água, fica demostrado que cozinhando na panela um legume esses nutrientes vão embora na água, e no micro-ondas não há a necessidade de se usar água nos alimentos a qual potencializa as propriedades nutritivas. No micro-ondas as ondas eletromagnéticas causam vibrações das moléculas de água dentro do alimento e isso faz com que se perca bem menos vitaminas.

Especialista em técnicas de congelamento e de micro-ondas, Evelin Duarte compactua com os benefícios dos ingredientes feitos no aparelho. Ela explica que não há queda de qualidade, mas falta de informação. ” O que se percebe é que não se tem o conhecimento preciso do uso do equipamento. As ondas emitidas fazem com que o preparo da comida seja mais rápido, mas deve-se ficar atento ao tempo da receita e à forma que ela deve ser feita.”

Um exemplo de alimento saboroso que a especialista apresenta é o arroz, segundo ela, “O cozimento é igual ao do fogão tradicional: devendo ser feito igualmente nos seus temperos e o recipiente tampado. O erro muito cometido é deixar o recipiente aberto pois compromete a textura, o sabor e o aspecto soltinho do alimento” afirma.

Mitos e Verdades

Micro-OndasMicro-Ondas
Clicar para aumentar

Foto: Reprodução

A origem do micro-ondas

micro-ondas

A história do micro-ondas também chamado Magnetrons, onde já se tem notícia começou na 2ª guerra Mundial. Criado por cientistas britânicos para detectar aeronaves inimigas, sua velocidade, direção e localização e sua rota. Hoje um equipamento de microondas envia sinais digitais ou analógicos de um transmissor para um receptor. Usado inicialmente, em televisão e rádio, para ligar o estúdio à torre de transmissão, é hoje muito utilizado na cobertura ao vivo de eventos e em reportagens.
A idéia de aquecer alimentos surgiu em 1945 através de um engenheiro americano de nome Percy L. Spencer, que levou o equipamento para casa e verificou que, com o funcionamento de um tubo do magnetron emitia-se calor. Após experiências a empresa Raytheon patenteou o invento em 1947 como forno de micro-ondas. Se tornou popular em 1970, sendo fabricado em escala mundial como um produto de cozinha, chegando ao Brasil na década de 80, onde todos conhecem hoje.

Há muitas outras informações que esse eletrodoméstico fornece, como propriedades funcionais e suas ondas eletromagnéticas, mas não é o nosso caso aqui. Queremos mostrar que o micro-ondas não é o vilão dos alimentos que consumimos e que serve muito nos dias de hoje com relação ao preparo por serem bem mais rápidos. Nos seus manuais dos fabricantes e até aqui na internet você poderá encontrar as várias formas de usar, receitas e modo de fazer de muitos alimentos, congelados ou não!

Fonte: Paulo Lima – Correio Brasiliense 04/07/2013

>>Para mais detalhes e informações sobre esse e outros assuntos voltados a saúde, dieta e entre outras novidades interessantes, fique ligado aqui no Guia Saudável. Inscreva-se para saber dos lançamentos no seu e-mail!

 

Deixe seu comentário