Obsessão por Alimentos Saudáveis

O consumo de alimentos orgânicos, de baixa caloria e alimentos específicos para diabéticos e alérgicos a lactose e glúten cresceu mais de 80%, se comparado ao início do século. A projeção para o consumo saudável é de que nesse ano de 2014 o mercado cresça ainda mais 39%.

Mas a intolerância as gorduras trans e a obsessão pela ingestão de produtos sem corantes, conservantes e agrotóxicos pode deixar de ser saudável e causar transtornos à saúde alimentar.

Os Distúrbios e suas consequências:

Por mais estranho que possa parecer, existe um distúrbio alimentar chamado ortorexia¹, que surge quando a pessoa se torna viciada em comidas saudáveis. De acordo com a nutróloga Liliane Oppermann, essa nova doença ainda não é reconhecida pela Organização Mundial da Saúde. “Ela afeta os novos consumidores porque os obriga a ler e analisar rótulos compulsivamente e torna obsessivo o consumo de alimentos sem influência química, tornando a dieta pobre em nutrientes básicos para o funcionamento do organismo”, explica.

Para tornar possível a alimentação 100% saudável, as pessoas com ortorexia deixam de comer alimentos enlatados, feitos com a utilização de açúcares e aqueles que têm a procedência desconhecida. Com essa restrição alimentar, os ortoréxicos diminuem significativamente a quantidade de vitaminas necessárias para uma dieta balanceada. “O extremismo leva à deficiência de ferro, zinco, vitamina B12 e cálcio no corpo. Em consequência desse radicalismo podem surgir doenças como a anemia. Além disso, pode aumentar o risco de doenças imunológicas e de hipertensão, por exemplo”, afirma Liliane.obsessão por alimentos saudáveis

Os indivíduos que sofrem com o transtorno ainda podem desenvolver problemas psicológicos como a depressão, irritabilidade e insônia e apresentar sinais de afastamento da sociedade. “Os ortoréxicos raramente comem comidas preparadas por terceiros, o que afeta diretamente a vida social e torna o convívio com familiares e amigos quase impossível, alerta a nutróloga”.

Os hábitos alimentares rígidos são responsáveis pelo surgimento de outros transtornos alimentares como a bulimia e a anorexia, doenças que afetam gravemente a população brasileira.

A nutróloga Liliane afirma que, para tratar essa doença, é indispensável o acompanhamento psicológico e, claro, a modificação da dieta através dos esforços nutricionais. “O trabalho da nutrição só é eficaz com o tratamento a partir da psicologia comportamental, pois permite que os pacientes se abram para a nova reeducação alimentar e auxiliem no trabalho da nutrologia quanto a desmistificação sobre os produtos industriais presentes no mercado”, conclui.

1- Ortorexia –  fixação por alimentação saudável

Leia também – Obsessão por Alimentos Saudáveis pode virar doença – Dr. Dráuzio Varella,
                         Ansiedade Alimentar – Guia Saudável

Deixe seu comentário