Piores Hábitos para o seu Coração

Todo mundo quer ter um coração saudável. Ainda assim, as doenças cardiovasculares afetam mais de 1 em 3 adultos no Brasil. A boa notícia é que alguns hábitos simples, todos os dias pode fazer uma grande diferença na sua capacidade de viver uma vida saudável.

Piores hábitos para o seu coração, e como evitá-los.

Assistindo TV

Sentar-se por horas a fio aumenta o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral, mesmo se você se exercita regularmente. Exercício intermitente não compensa o tempo que você se sente. Porquê? A falta de movimento pode afetar os níveis sanguíneos de gorduras e açúcares.

Por isso, é aconselhável ficar andando periodicamente e, se você estiver no trabalho, ficar levantando-se sempre que possível.

piores hábitos para o CoraçãoDeixando a hostilidade e depressão desmarcada

Você está se sentindo estressado, hostil ou deprimido? Isso pode tomar um rumo perigoso para o seu coração. Enquanto todo mundo se sente assim por algum tempo, como você lida com essas emoções podem afetar sua saúde cardíaca.

Aqueles propensos a internalizar estresse estão em maior perigo; a pesquisa mostrou um benefício para o riso e apoio social. E é útil para ser capaz de ir a alguém e falar sobre os seus problemas.

Ignorando o ronco

Mais do que um aborrecimento menor, o ronco pode ser um sinal de algo mais grave: a apneia obstrutiva do sono. Esta doença, marcada pela respiração que é interrompida durante o sono, pode fazer com que pressão arterial a suba rapidamente.

Muitos adultos têm apneia do sono, que aumenta o risco de doença cardíaca. As pessoas que estão com sobrepeso ou obesas têm maior risco para a apneia do sono, mas pessoas magras podem ter isso também.

Se você ronca e muitas vezes acorda se sentindo cansado, fale com o seu médico; existem maneiras fáceis para triagem de apneia.

Excessos

Estar acima do peso é um importante fator de risco para doenças cardíacas e grande parte da população brasileira está com sobrepeso ou obesos. Tente comer menos, evitar porções de tamanho grande, e substituir bebidas açucaradas com água.

O corte dos carboidratos de alto teor calórico (pense massas e pães refinados) e cuidar de alimentos rotulados como “baixo teor de gordura”, que muitas vezes são ricos em calorias, são cuidados importantes.

Beber (muito) álcool

Claro, os estudos sugerem que uma pequena quantidade de álcool pode ser bom para o seu coração. Infelizmente, muitos abusam e acabam ingerindo excesso de álcool que está associado a um maior risco de pressão alta, níveis elevados de gordura no sangue e insuficiência cardíaca.

Além disso, o excesso de calorias pode levar a ganho de peso, uma ameaça para a saúde do coração.

Não precisamos nem falar de cigarros, porque fumar é um desastre total para o seu coração, contribui para formação de placas nas artérias que predispõe a formação de coágulos sanguíneos, que bloqueam o fluxo sanguíneo das artérias causando infarto, AVC, etc. (Leia “Dicas parar de Fumar“)

Conclusão:

Procure sempre ir ao médico periodicamente e evite ignorar qualquer sintoma que seja suspeito, é imprescindível a busca ao médico nos casos em que os sintomas são desconhecidos e frequentes. Faça uma atividade física e se alimente com saúde, consulte um nutricionista para um direcionamento para alimentação saudável, leia nosso Guia Saudável para mais outros esclarecimentos e procure informações a respeito na internet, há muitas informações bacanas!

Deixe seu comentário