Reeducação alimentar ajuda a emagrecer

Muitos nutricionistas apresentam propostas para reeducação alimentar para se ter um corpo perfeito e aumento da auto-estima que é uma realidade constante no dia-a-dia de muitas pessoas que querem ser saudáveis. Mas o peso em excesso é dado por causa da correria diária e a falta de tempo para comer, o estresse, a invasão dos “fast-foods” que são os grandes inimigos da alimentação saudável. Uma armadilha para quem busca o peso ideal.

Reeducação Alimentar qual o grande segredo?

O grande segredo para se reeducar e fazer uma alimentação mais saudável é respeitar a individualidade, ou seja, quanto mais próximo da realidade de cada um, mais fácil será o processo de mudança. Não adianta orientar um executivo que mora sozinho e trabalha o dia todo a comer refeições caseiras todos os dias. Ou mesmo proibir um “chocólatra” de comer chocolate.

Por estudos tem-se visto que temos que ver os fatores que levam ao aumento de peso e má alimentação:  a idade, profissão que exerce, além do peso, horários e rotinas como dormir o ideal diariamente, tempo disponível para realização das refeições, algumas patologias existentes, condições sociais ou econômicas e alergias alimentares.

Como Reeducação Alimentar é uma mudança nos hábitos alimentares, por esse processo educativo implica que devemos incorporar gradativamente, ou seja, dia após dia, para que a probabilidade de termos continuidade, ora adotadas, seja muito maior.

reeducação alimentarPersonalizar a Alimentação

A alimentação deve ser personalizada, porém, orientações de especialistas podem garantir o sucesso dos resultados. Veja esse pequeno roteiro:

– Beba diariamente pelo menos dois litros de água.

– Faça de cinco a seis refeições por dia, evitando ficar um período superior a 4 horas em jejum, pois seu nível glicêmico diminuirá muito e sua compulsão alimentar pode aumentar.

– Consuma uma fruta natural, desidratada ou como suco, barra de cereais, iogurte nos intervalos das principais refeições.

– Procure não beber líquidos durante as refeições.

– Evite condimentos fortes (pimenta do reino/cominho) e molhos gordurosos.

– Não se alimente em locais sem boas condições de higiene geral.

– Não consuma alimentos perecíveis que estejam expostos ao meio ambiente (salgadinhos, espetinhos e doces cremosos).

– Consuma regularmente alimentos ricos em fibras: cereais integrais, frutas com casca e bagaço, vegetais, grãos.

– Prefira preparações grelhadas, assadas ou cozidas.

– Consuma com maior frequência carnes brancas e com menor teor de gorduras, evitando comer carne vermelha à noite. – Importante: As quantidades devem ser orientadas individualmente!

Uma forma bastante agradável e simples para que sigamos uma alimentação de 3 em 3 horas é o consumo das barrinhas de cereais, mas cuidado com as barrinhas e seu teor calórico. Barrinhas de cereais (ou proteicas) são  excelentes para substituir lanches e evitar o catabolismo (quebra de músculos). As barras de cereais fornecem proteína para o corpo e são superpráticas, podendo ser ingeridas em momentos de entrada ou saída de uma atividade física, no escritório, etc. As barras de cereais são saborosas e excelentes fontes de proteína, que são essenciais para o crescimento muscular. São muito práticas, por isso podem ser levadas para qualquer lugar.

Esses são alguns exemplos inteligentes que poderão trazer bons resultado mas, importante é ter uma orientação individual de um especialista!

Leia também “Perda de Peso Natural” e “Reeducação Alimentar é o caminho para emagrecer

fontes consulta: “Emagrecer com Reeducação Alimentar

Deixe seu comentário